Humanize

Role a página para
saber mais

O humanize acredita que educação é o pilar para um Brasil mais justo, cidadão, inclusivo e sustentável. É por isso que o tema permeia a atuação do Instituto de forma transversal. Em nossas atividades, a educação se revela em recortes como incentivo à pesquisa, produção de conhecimento, formação acadêmica, formação de novas lideranças no setor público, instrução para domínio de tecnologia, aplicação de dados e formação para a cidadania, capacitação de empreendedores de impacto socioambiental e de pequenos agricultores. Para nós, valorizar a capacidade que as pessoas têm de aprender e evoluir em suas funções gera mudanças significativas e salienta o lado humanizado das relações.

A relevância do aprendizado também está em nossas conexões com parceiros e no cotidiano dos projetos que apoiamos. Olhamos para iniciativas e movimentos que abraçam caminhos de formação e qualificação a fim de somar esforços e construir competências de lideranças do setor público e do terceiro setor. Também buscamos apoiar o desenvolvimento de capacidades estratégicas e técnicas de organizações, auxiliando no desenvolvimento institucional de cada uma.

Nesse sentido, entendemos que há espaço para colaborar com a disseminação de conhecimento a partir de diferentes propostas e plataformas, o que configura uma forma de contribuir para o desenvolvimento territorial e gerar impactos positivos na realidade de pessoas de todos os cantos do Brasil.

Além de iniciativas focadas em educação e de projetos que integram os nossos programas, ainda apoiamos temas que contribuem com a qualificação de debates a respeito de assuntos relevantes para o ecossistema em que o humanize está inserido e para o país em geral, e que tratam principalmente de temáticas ligadas à diversidade, igualdade e inclusão. Essas iniciativas são chamadas de Projetos Especiais.

Conexões em Rede

Unir forças com parceiros possibilita que o humanize apoie projetos transformadores. No recorte de Educação contamos, por exemplo, com os parceiros Fundação Roberto Marinho e Redes da Maré trabalhando para fortalecer o “Telecurso Maré”. Inspirador e indicador de oportunidades, o projeto oferece educação de qualidade a fim de ampliar a escolarização formal de jovens e adultos do conjunto de favelas da Maré (RJ).

Também no estado do Rio de Janeiro, mas em Paraty, apoiamos outro projeto de educação que é chamado de “Aves da Minha Escola”. A iniciativa conta com a Associação Cairuçu como parceira e é voltada para estudantes de escolas públicas. A ideia é trabalhar sensibilizações e vivências com a avifauna da cidade.

Exemplos como esses reforçam a nossa crença de que a filantropia estratégica é uma forte aliada no processo de gerar mudanças positivas para pessoas e territórios, o que passa pela educação e pelas oportunidades que o conhecimento pode proporcionar na vida de cada brasileiro (a).

Nesse cenário, consolidar parceiras duradouras integra o nosso modelo de realizar investimento filantrópico estratégico e possibilita o apoio a projetos de educação. No ciclo 2019-2021, o tema Educação, que tem atuação transversal dentro do humanize, marcou o portfólio do Instituto com cerca de 14 projetos – que ganharam vida especialmente nos estados Rio de Janeiro e Bahia e que endereçaram diversos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), principalmente os objetivos 4 (Educação de Qualidade), 16 (Paz, Justiça e Instituições Eficazes) e 15 (Vida Terrestre).

Também sobre o triênio 2019-2021, a área em destaque trabalhou de forma colaborativa e alcançou números otimistas, por exemplo, mais de 190 mil jovens atendidos por meio de iniciativas no recorte educacional. No mesmo período, mais de 2.400 crianças e jovens foram sensibilizados para a gestão cidadã, enquanto o número de professores e gestores passou de 2.100. Outro dado relevante se materializa por meio do recorte de Educação para Jovens e Adultos com Bolsas de Estudo (EJA), já que nos unimos a parceiros para possibilitar um futuro com mais educação para mais de 500 jovens e adultos.

Veja nossos casos